Os técnicos moçambicanos Chiquinho Conde e Rogério Mariani participaram na criação da União dos Treinadores de Futebol dos países da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa, CPLP. A informação foi avançada pelo jornal electrónico lancemzjornalismo, que refere que esta foi uma iniciativa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol de Portugal, ANTF.

O fórum de criação deste órgão que vai juntar os treinadores dos clubes e seleccionadores nacionais dos países de língua portuguesa, teve lugar em Portimão, entre segunda e terças-feiras, e juntou mais de 50 treinadores.

A Associação Nacional de Treinadores de Futebol de Portugal viabilizou o fórum como uma plataforma de troca de experiência entre os treinadores de futebol daquele país europeu, tendo juntado grandes treinadores como são os casos de José Mourinho, antigo treinador do Porto, Inter de Milão, Chelsea, Manchester United e Real Madrid, Fernando Santos, actual seleccionador nacional de Portugal, Rui Águas, actual seleccionador nacional de Cabo Verde, entre outros de renomado conhecimento do futebol mundial.

Chiquinho Conde, por seu turno, entra como treinador do Vitória de Setúbal dos Sub-23, também para ganhar experiência dos mais cotados técnicos lusos que vem se destacando pelo mundo fora. Conde já foi seleccionador nacional por uma partida, para além de que já treinou vários clubes moçambicanos, onde conquistou, inclusive, títulos nacionais.

De acordo com o lancemz, Chiquinho Conde considerou que esta União dos Treinadores de Futebol da CPLP irá preencher a lacuna existente no intercâmbio entre os treinadores da comunidade, visto que passarão a estar ligados através de uma entidade representativa dos técnicos de futebol, a nível dos países membros da CPLP.

Com esta iniciativa pretende-se que a União dos Treinadores de Futebol da CPLP seja uma entidade responsável pela coordenação, cooperação e intercâmbio dos treinadores de futebol a nível da Comunidade CPLP, segundo o lancemz.

Moçambique, entanto que integrante da CPLP, é membro natural desta união, e a Associação Moçambicana de Treinadores de Futebol, liderada por Arnaldo José Salvado, credenciou o treinador Rogério Mariani para representar os técnicos nacionais neste fórum.

Mariani já trabalhou com vários clubes moçambicanos, com destaque para o Chingale de Tete, Ferroviário de Nacala, Estrela Vermelha de Maputo, Vilankulo FC, entre outros, tendo-se notabilizado nos escalões de formação de alguns clubes.

Para além de Chiquinho Conde e Rogério Mariani, técnicos nacionais, este fórum regista a presença de outros treinadores com alguma ligação a Moçambique, como é o caso de Nelson Santos (que já trabalhou no Costa do Sol e Ferroviário de Maputo) e Daúto Faquirá (nascido em Inhambane e há muitos anos radicado em Portugal)